[Resenha e Frases] A mulher que não prestava

Título: A mulher que não prestava
Autora: Tati Bernardi
Editora: Panda Books
Ano: 2006
Páginas: 148
CompreAqui
Classificação: 
Sinopse: Os contos reunidos neste livro tratam do cotidiano de uma mesma personagem: a mulher que não prestava. Geralmente essa mulher é domesticada e não mostra a cara. Mas a da Tati é ousada, sincera, neurótica e indecente. Neste livro você vai encontrar contos românticos, ácidos, mal-humorados e divertidos, e poderá se identificar com essa mulher que não mede as palavras para dizer o que sente. 
Essas são as múltiplas faces da mulher moderna, que busca equilibrar a vontade de engolir o mundo com a espera do príncipe encantado.

         
       Acho que todo mundo já ouviu falar da Tati Bernardi e das suas famosas frases que todo mundo sai procurando no Google. Bom, eu gosto bastante da escrita bem humorada dela e como queria um livro cômico, então resolvi dar uma chance para este. A leitura foi feita em formato e-book.
         O livro é escrito em forma de contos, e em cada capítulo encontramos diferentes tipos de mulheres e eu achei isso bem legal já que podemos nos ver em algumas, alguém que conhecemos e até aqueles tipos que não suportamos. O que chama a atenção no livro é a diversidade de personalidades, que vão das mais frescas e infantis até aquelas que são seguras de si e sinceras.
         Foi uma leitura bem rápida e gostosa, já que o livro é curtinho e deu para dar boas risadas. Gosto da Tati, porque em cada coisa que ela escreve é como se fosse sobre ela e ao mesmo tempo sobre todo mundo. Esse livro é mais antigo já que foi escrito quando ela bem mais nova, e a forma de escrever dela amadureceu bastante mas nunca deixou de perder sua essência e seu lado cômico.



          Separei algumas frases que eu mais gostei no livro e vou deixar aqui para vocês:
  • "Teve o namorado de três horas e o de três anos. Do primeiro eu enjoei porque ele tinha mania de querer me ver toda hora e, do segundo, porque ele tinha mania de não querer me ver. Uma coisa louca."
  • "Eu chorei o nosso medo de não sermos o que sonhamos. Eu chorei o medo que eu tenho de não ser quem você quer e o medo que eu tenho de ser exatamente o que você quer. Eu chorei porque precisava de colo, porque precisava te mostrar a minha fragilidade escondida no meu mau-humor."
  • "Não somos um casal melado, mas duvido que tenha alguém que duvide do nosso amor. Quer dizer, tem eu, mas eu sou louca. E o homem perfeito teria a maior paciência do mundo em me curar dessa loucura, e você tem a maior paciência do mundo em aumentar a minha loucura."
  • "E a gente vai por aí, se completando assim meio torto mesmo. E Deus escrevendo certo pelas nossas linhas que, se não fossem tão tortas, não teriam se cruzado."
  • "Pode parecer maluco, mas todas as súplicas para que você desista de mim é um jeito maluco de pedir que você não desista nunca, pelo amor de Deus."
  • "Ela sim se julgava, e como. Era neurótica sempre e com tudo, mas nem por isso deixava de ser instintiva. E aí moravam a graça e o segredo de sua personalidade cheia de riquezas e esquisitices."
  • "Ele tenta, ele ainda tenta mesmo você reclamando tanto, e te manda uma poesia do Vinícius, mas no direct ele escreve: "você tinha razão: Chico Buarque é mesmo irado.""
  • "A hipocrisia disfarçada de todos os relacionamentos era a maior causa de sua angústia indescritível. Ela sentia um nojo da dualidade de intenções dos seres humanos que ora amam, ora usam, e preferia a clareza da sacanagem e a certeza do vazio."
  • "Quando o amor é falso, a mágoa é tão grande que você o trai amando justamente a falta dele."
  • "Meus heróis morreram de overdose: overdose de trabalho, overdose de família, overdose de vida adulta, overdose de ir empurrando a vida com a barriga. Onde está a diversão?"
  • "Eu sou antipática mesmo, o mundo tá cheio de gente brega e limitada e é um direito meu não querer olhar na cara delas, não to fazendo mal a ninguém, só to fazendo bem a mim."
  • " Você passa a vida cego para poder viver. Porque enxergar tudo de verdade dói demais e enlouquece, e louco acaba sozinho."
  • "A felicidade é algo para ser conquistado durante o dia, não pode vir assim de bandeja logo que você acorda. Dá tanto medo de perdê-la que você acaba perdendo de tanto pensar nisso."
  • " A vida é complicada porque nós mulheres romantizamos tudo, ou quase tudo. Ou justamente o que não deveríamos."
  • "Dizem que o lego é um  brinquedo educativo que estimula a mente das crianças. Pode até estimular enquanto elas são crianças, mas ele fode com tua vida adulta. De onde tiraram que o mundo tem encaixe? Você cria uma ilusão de que viver é juntar pecinhas coloridas, e quando cresce, descobre que na verdade nada faz muito sentido e, quando faz, não é por muito tempo."
E aí, já leram algum livro da Tati???


3 comentários:

  1. Nossa que livro louco ahahaha eu adorei!! Começando pelo título claro que é bem inusitado. Não curto muito contos, por experiências frustantes, mas cada um é um e esse eu achei divertido, irônico e tá valendo a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é muito inusitado e cômico haha
      A ironia dele é demais, eu achei super diferente

      beijinhos

      Excluir
  2. Adoro diversidade, e ver sobre todas as mulheres em um livro só me atraiu bastante. Gostei muito também das frases, algumas meio revoltadas, outras que soam quase como uma confissão. Gostei da proposta desse livro, agora é só ler!

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café


    ResponderExcluir

© She bookaholic - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo