Subscribe

[Resenha] Manson - Jeff Guinn


Título: Manson
Autora: Jeff Guinn
Editora: Darkside
Ano: 2014
Páginas: 520
Compre: Amazon 
Classificação: 
Sinopse: Manson não é simplesmente uma biografia de um assassino e um líder de culto. É uma história da cultura norte-americana da Grande Depressão no final do século XX. Um estudo fascinante da abuso de poder, ambição, avareza, celebriphilia (um desejo intenso e patológico para se relacionar com uma celebridade), controle mental, mesquinharia, narcóticos, racismo e sexo É a história dos ex-presidentes Richard Nixon e Lyndon Johnson, da cultura lisérgica e de uma nação em processo de degradação, de Martin Luther King, do Vietnã, do movimento ativista estudantil da nova esquerda Students for a Democratic Society, dos Panteras Negras.
          Eu nunca fui uma fã do gênero de biografia mas quando a história de vida da pessoa desperta minha atenção eu me jogo na leitura.  Eu adoro ler sobre psicopatas e suas mentes, e nada como saber sobre a vida do maior líder de culto que existiu: Charles Manson. 
      Na trama iremos acompanhar o notório assassino e toda sua trajetória desde pequeno, com todos os problemas que enfrentou com sua mãe na infância, as prisões, como foi todo o percurso até ele formar "A família", os assassinatos famosos de Tate-LaBianca e todo o desfecho com Charles e seus seguidores.
Charles Manson e Sharon Tate

      Eu sou viciada em ler sobre Charles Manson, e sempre faço pesquisas sobre quais livros contam sua vida, série ou filmes. Sou super fã do trabalho da editora Darkside, e eles fizeram uma edição espetacular contando tudo que Jeff Guinn conseguiu reunir sobre o notório psicopata. No livro iremos saber a fundo toda a sua trajetória desde criança, que conta com uma infância com problemas familiares já que sua mãe passou a maior parte presa ou correndo atrás de marido e ninguém queria ficar responsável por Charles, fazendo que ele passasse de lar em lar até que finalmente acabasse na prisão onde permaneceu até sua maioridade.
        Após sua saída da prisão, sua liberdade não durou muito e assim Charles estava de volta atrás da grades mas desse vez procurava alguma solução para quando saísse da cadeia e pudesse viver mundo a fora. Descobriu assim um curso que tinha como intuito "manipular as pessoas para que fizessem suas vontades" e foi assim que decidiu que iria juntas seguidores para que o acompanhassem pelo mundo. Foi na prisão também que descobriu sua paixão pela música ao ouvir "The Beatles" e assim resolveu que seria mais famoso do que eles e assim iria transmitir sua mensagem pelo mundo.
       Novamente em liberdade ele resolveu colocar seu plano em p rática atraindo assim mulheres com seu charme e espalhando seus ideais de que ele era um "enviado" que estava na Terra para salvar o mundo. Assim os membros iam recrutando outras pessoas e A família ia crescendo cada vez mais, com seguidores fieis que fariam de tudo por Charles.

Seguidoras de Charles Manson

     E assim percebendo que sua carreira na música não decolava e estava perdendo seguidores, Charles bola o plano de que eles devem fazer algo que chamasse atenção e desse inicio ao seu chamado (o famoso "Helter Skelter"). E assim tem a ideia de assassinar alguém rico e importante e jogar a culpa nos Panteras Negras, e é assim que chegam a casa de Sharon Tate, mulher de Roman Polanksi, que estava grávida na época e dividia a casa com mais três amigos. E é assim que acontece um dos mais brutais assassinatos de todos os tempos, onde eles foram torturados e esfaqueados centenas de vezes pelos membros da Família.

      Após perceber que o seu plano não deu certo e os Panteras Negras não receberam a culpa, Charles resolve que devem cometer outro assassinato e deixar mais pistas para que eles recebam a culpa. E assim o casal La-Bianca é assassinado de modo extremamente cruel, e diante disso alguns membros percebem que a ideia de seu mentor está cada vez mais perigosa e sem chances de acontecer o famoso "Helter Skelter".
     E como desfecho temos o julgamento de Charles e os membros da Família, que tiveram a prisão perpétua como sentença. O famoso líder nega até o fim que orquestrou tais assassinatos, e que nunca liderou nenhum culto e eles eram apenas uma família.
       Para quem gosta do tema, da história ou até mesmo de biografias, eu SUPER indico essa leitura que apesar de longa vale muito a pena, pois não deixa entrar no mundo do famoso psicopata Charles Manson. A Darkside sempre arrasa em suas edições sobre notórios serial killers e com essa não foi diferente.
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© She bookaholic - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo