Subscribe

[Resenha] Dorothy tem que morrer


Título: Dorothy tem que morrer
Autor: Danielle Page
Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano: 2016
Páginas: 384
CompreAmazonSubmarino
Classificação: ✮✮✮✮
Sinopse: Primeiro de uma série, Dorothy tem que morrer engrossa um filão de sucesso no mercado editorial, no cinema e na TV: o reconto de clássicos infantis com nova roupagem para os jovens. Nesta releitura sombria do clássico de L. Frank Baum O mágico de Oz, Amy Gumm é uma nova garota do Kansas, que, em meio a um tornado, é enviada à terra de Oz com a missão de remover o coração do homem de lata, roubar o cérebro do espantalho, tomar a coragem do leão e destruir a garota dos sapatinhos vermelhos. Livro de estreia de Danielle Paige, Dorothy tem que morrer chega ao Brasil depois de figurar na lista dos mais vendidos do The New York Times.
        Eu comprei esse livro numa promoção pois a sinopse e o titulo dele me chamou bastante a atenção. Não sou a maior fã do mundo de releituras, mas sempre gostei bastante de o Mágico de Oz e por isso resolvi dar uma chance para o livro e para autora e não me arrependi.
         Na trama iremos conhecer Amy Gumm, uma jovem que leva uma vida complicada na escola e no trailer em que mora com sua mãe, que é alcoólatra. Tudo muda em sua vida quando um tornado carrega seu trailer e o descarrega no mundo mágico de Oz. Ela que sempre foi uma grande fã do clássico descobre que o reino não está como era antes: Dorothy se tornou uma rainha cruel que quer acabar com a magia do reino para usa-la em beneficio próprio. Para fazer tudo voltar ao normal e ela retornar para casa ela tem apenas um objetivo: Matar Dorothy.


          Como eu sempre gostei de o mágico de Oz já sabia que a leitura iria ser bem prazerosa, achei que algumas partes a autora enrolou bastante com coisas que não eram necessárias a trama e em algumas outras ela deixou a imaginação fluir bastante ( com os macacos voadores por exemplo). Mas gostei bastante da trama que ela criou, a fantasia do livro deixa o leitor curioso para saber o resto da trama.
          Em relação aos personagens, acho que ela soube construir Amy de uma forma maravilhosa. A jovem é carismática e faz o leitor torcer por ela durante a trama. O único personagem que não me encantou foi Nox, achei ele muito aquele estilo forçado de garoto bonito , musculoso e difícil e sem contar que ele ainda é completamente chato. Achei que a autora podia ter desenvolvido mais a vilã Dorothy, que é uma personagem que desperta a curiosidade de quem está realizando a leitura.
             O livro é o primeiro de uma série, e eu acabei o livro já querendo ler o proximo porque ele deixa a trama bem em aberto e você obviamente quer logo descobrir o que irá acontecer. A coleção completa conta com 5 livros, mas apenas 3 foram publicados no brasil pela Rocco: A ascensão do Mal e Tijolos amarelos em guerra. Confesso que achei cinco uma quantidade bem grande, já que ela parece que irá desenrolar bastante a trama e acabar criando partes desnecessárias, como fez nessa primeira edição.

                         

E aí, já leram algum desses?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© She bookaholic - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo