Subscribe

[Rapisenha] Algumas biografias que eu li


Oi gentee,

    Sabe aqueles livros que você lê mas não consegue se envolver tanto com a trama ou então fica pensando "nossa esse livro não vai ser muito bom para resenhar". Como eu fico com aquele "peso na consciência" de não mencionar tal leitura, eu vou fazer umas resenhas rápidas e curtas sobre o que achei do livro. A maioria dos livros sempre irão ser em versão digital.

  Os escolhidos desta vez foram as biografias que eu li ultimamente em e-book. 

[Resenha] A Casa Assombrada

Título: A casa Assombrada
Autor: John Boyne
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2015
Páginas: 296
CompreAmazonSubmarinoAmericanas
Classificação: 
Sinopse: Londres, 1867. Eliza Caine tem 21 anos e acaba de perder o pai. Totalmente sozinha , como os heróis de Dickens sobre os quais tanto lê, e sem dinheiro para pagar o aluguel na cidade, ela depara com o anúncio de um tal H. Bennet, que busca uma governanta para se dedicar aos cuidados e à educação das crianças de Gaudlin Hall, uma propriedade no condado de Norfolk, leste da Inglaterra. O anúncio, contudo, não menciona a idade ou quantas crianças são, nem mesmo dá qualquer outro tipo de explicação.
Eliza não vê alternativa além de largar o emprego de professora em uma escola só para meninas e partir para o condado, onde pretende começar uma nova vida. Chegando a Gaudlin Hall, no entanto, ela se surpreende ao encontrar apenas Isabella, uma menina que parece inteligente demais para sua idade, e Eustace, seu adorável irmão de oito anos. Os pais das crianças não estão. Não se veem criados. De fato, não há nenhum adulto na propriedade, e a identidade de H. Bennet permanece um mistério.
A governanta recém-contratada busca informações com as pessoas do vilarejo, mas todos a evitam. Nesse meio tempo, fica intrigada com janelas inexplicavelmente fechadas, cortinas que se movem sozinhas e ventos absurdos na propriedade. E logo coisas de fato assustadoras começam a acontecer.
Em A Casa Assombrada, o autor best-seller John Boyne faz uma homenagem às clássicas histórias de fantasmas do século XIX. Mas a novidade é que ele cria aqui uma heroína que pretende arregaçar as mangas e chegar ao fundo da questão sozinha. Conseguirá esta boa mulher encerrada em um mundo claustrofóbico desenterrar os horríveis segredos de Gaudin Hall e confrontar os demônios de seus passado? E mais ainda: conseguirão ela e as crianças, sobreviver a tudo isso?

[Resenha Nacional] O escravo de Capela

Título: O escravo de Capela
Autor: Marcos Debrito
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 288
CompreAmazon, Submarino
Classificação: 
Sinopse: Durante a cruel época escravocrata do Brasil Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore.Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em “O Escravo de Capela”, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos. Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte. Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.
© She bookaholic - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo