Subscribe

[Resenha Nacional] Quinze dias

Título: Quinze Dias
Autor: Vitor Martins
Editora: Globo Alt
Ano: 2017
Páginas: 208
CompreAmazon, Submarino, Americanas
Classificação: 
Sinopse: Felipe está esperando por esse momento desde que as aulas começaram: o início das férias de julho. Finalmente ele vai poder passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Os planos envolvem se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas, colocar a leitura em dia e aprender com tutoriais no YouTube coisas novas que ele nunca vai colocar em prática. 
Mas as coisas fogem um pouco do controle quando a mãe de Felipe informa que concordou em hospedar Caio, o vizinho do 57, por longos quinze dias, enquanto os pais dele estão viajando. Felipe entra em desespero porque:

a) Caio foi sua primeira paixãozinha na infância (e existe uma grande possibilidade dessa paixão não ter passado até hoje) e
b) Felipe coleciona uma lista infinita de inseguranças e não tem a menor ideia de como interagir com o vizinho. 
Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo.
           Este livro eu ganhei em um sorteio e confesso que não conhecia o autor até fazer a leitura e resolver buscar mais informações sobre o Vitor, que é booktuber e autor de Quinze dias (seu livro de estréia) e um milhão de finais felizes (que fiquei curiosa para ler também). Na trama vamos conhecer Felipe, que está louco para suas férias iniciarem pois não aguenta mais o pessoal da sua escola infernizando sua vida e o motivo de todo esse bullyng que sofre ? É que Felipe é gordo. Animado com o fim das aulas e ansioso para maratonar séries na Netflix e ver vários tutoriais no Youtube, tudo parece perfeito até que ele descobre que sua mãe resolveu hospedar em sua casa durante quinze dias o vizinho do 57: Caio.
         Como os pais do garoto irão ficar fora por esse tempo, sua mãe aceitar tomar conta dele durante esses dias. Felipe que achava que teria suas tao sonhadas e tranquilas férias se desespera, pois Caio não é apenas um vizinho qualquer: ele é sua primeira (e possivelmente sua também atual) paixão. Cheio de inseguranças e vergonha do seu corpo, Lipe percebe que suas férias serão tudo, menos tranquilas pois terá que lidar com diversos sentimentos e barreiras que ele mesmo criou.

"Mas hoje tudo vai ser diferente. É o último dia antes das férias de julho e eu estou esperando por esse dia desde que as aulas começaram. As férias do meio do ano duram vinte e dois dias. Em termos gerais, isso significa quase um mês livre das piadas de gordo, dos apelidos e dos olhares descarados".


      Quinze dias é uma daquelas leituras curtinhas mas que carregam bastante significado. Para um livro de estréia acho que Vitor conseguiu se sair muito bem dando vida ao personagem Felipe, um garoto inseguro que sofre com o bullyng por ser gordinho e não ter amigos. Por ter uma paixão por Caio, o garoto gato que irá passar uns dias na sua casa, ele irá enfrentar a barreira que criou devido as suas inseguranças e por imaginar que ninguém nunca irá querer nada com ele devido a sua aparência. Já Caio, é uma pessoa que tenta ser legal com todo mundo e está disposto a conseguir derrubar as barreiras de Felipe, para que ambos possam ser amigos.
       Um ponto muito legal que o autor conseguiu criar foi os personagens secundários: Becca, a melhor amiga de Caio e Rita, a mãe de Felipe. Ambas me cativaram bastante, a forma como a mãe dele o trata e o carinho e compreensão que ela tem com o filho e também com Caio a tornaram algo essencial para trama e isso sem contar todo o bem humor e os programas doidos que ela inventa de fazer. Já Rebecca, é alguém segura de si e que ganha a admiração de Felipe, por ver nela a pessoa e a coragem que ele queria ter.

" Não sei se entendo exatamente a dor dele, porque nunca sofri homofobia. Ser gay é algo que está dentro de mim e quando as pessoas me olham elas não conseguem ir além da minha aparência. Mas eu sei o que é passar cinco horas por dia cercado de gente que te odeia. E já escreveram apelidos nojentos para mim na minha carteira um monte de vezes. Então acho que, no fim das contas, entendo a dor dele."

      O livro é divido nos quinze dias que Caio passa na casa de Felipe. É gostoso ver como Lipe vai evoluindo e dá até vontade de abraçar ele. Não é uma trama que tem muitas surpresas, mas também não era isso que o autor propõe, e sim uma trama cheia de emoções e de alguém que de tanto sofrer bullyng por causa do seu corpo acaba tendo sua autoestima abaixada cada vez mais. Vale a pena exaltar as citações a filmes, músicas e livros que encontramos no livro (inclusive muito O senhor dos anéis).
       Se você quer uma leitura curta e com um bom Young Adult, mas carregada com temas que abordam a gordofobia, bullyng e homofobia essa é a minha recomendação para você. O autor irá te encantar com a forma como retrata o romance e a amizade.




Comentou?? Preencha o formulário do top comentarista de agosto e concorra a um prêmio.

14 comentários:

  1. Oi, Nicole,

    Muito viável o Vitor retratar e ressaltar assuntos importantes e bastante comuns e presentes na fase adolescente - que é principalmente a insegurança.

    Apesar dos temas, me parece ser uma leitura leve, bem balanceada, com personagens que conquistam o leitor facilmente, e com um romance encantador.

    ResponderExcluir
  2. O que achei legal nesse livro é que parece ser bem curtinho, simples e ainda deixar umas mensagens legais. Daquele tipo de leitura fácil de ler e que a gente gosta pelos personagens fofos e carismáticos. Essa vontade de abraçar personagem já mostra que ao menos nisso o autor pega a gente direto no coração. Parece uma leitura legal pra fazer quando bate aquela ressaca mesmo e a gente só quer algo leve e gostoso pra passar o tempo. Leria.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da história do livro. Ainda não li nada do Vitor Martins, mas gosto muito do seu canal no Youtube. Sem dúvida a vida do Felipe não é fácil principalmente por sofrer bullying na escola por ser um pouco gordinho, claro que no tempo de férias é aquele tempo que ele tirar para se afastar de tudo aquilo que sofre na escola, só que essas férias vão se revelar muito diferente do que ele imagina.

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante da história, acho que o autor conseguiu abordar temas importantes com uma leveza que facilita a compreensão do leitor. Assuntos importantes estão ganhando cada vez mais espaço no mundo da leitura e eu acho isso muito legal.

    ResponderExcluir
  5. Nicole!
    Deve mesmo ser um livro fofo de ser lido, embora traga assuntos bem pesados, porque não é brinquedo não falar sobre bullyng, sexualidade ou homossexualidade e gordofobia... Sei bem o que é isso, porque sempre fui gorda e sofria muito, agora estou no peso 'normal', mas ainda sinto os resquícios da discriminação...
    Desejo uma ótima semana!
    “.A vida merece algo além do aumento da sua velocidade.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA AGOSTO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Oi Nicole,
    Eu conheço o trabalho do Vitor Martins como booktuber, é posso dizer que ele manda muito bem.
    Porém, ainda não tive oportunidade de conhecer o trabalho dele como escritor mas acredito que ele também manda bem.
    Gostei da premissa do livro, me parece uma leitura bem facil é agradável que mal posso esperar para ler.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia de todo. Irei ver se tem por cá. Gostei imenso da review. Beijinho, Dezoito

    ResponderExcluir
  8. Oi Nicole, tudo bem com você?
    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha tenho a impressão de que será uma leitura que me agradará bastante.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nicole!
    Confesso que não curto tanto Young Adult, histórias com adolescentes enfrentando suas inseguranças não faz o meu estilo de leitura... Mas achei interessante os temas abordado - principalmente o bullyng - pelo autor no livro, por isso, e também por ser um livro nacional se eu tiver a oportunidade de ler Quinze Dias arriscarei a leitura sim... Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Como não conhecia o livro e nem o autor, estou aqui encantada com o que li acima. É triste isso de bullyng, mas a gente sabe bem o quanto isso está longe de ter um fim. Por isso, é sempre bacana terem livros, séries e afins que tragam o tema à tona e nos façam refletir.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Já tinha visto essa capa por ai mas ainda não tinha lido nenhuma resenha e gostei da sua. O autor também me era desconhecido e vou pesquisar sobre ele. A história parece ser leve mesmo abordando temas como homossexualidade e bullying e achei bacana a ideia de mostrar a história dentro dos 15 dias. O fato dos personagens secundários serem cativantes e bem importante e sempre me conquista mais rápido durante a leitura. :D

    ResponderExcluir
  12. Este livro já está na minha lista de leituras, no último clube de livro ele foi super indicado. Gostei muito como você conduziu sua resenha, me deu ainda mais vontade de ler o livro e torcer pelo Felipe. Tomara que com a ajuda de Caio ele melhore sua autoestima.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
  13. Primeira resenha que leio sobre ele, já havia visto a capa dele, mas é a primeira postagem que leio. Realmente parece ser uma excelente indicação de leitura leve mas mesmo assim aborda um tema bem atual, ainda mais por se tratar de um menino adolescente.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro foi com certeza um das minhas leituras contemporâneas nacionais favoritas cai de amores pelo autor assim que eu finalizei a leitura desse livro e fiquei tão sensibilizada e encantada com o fato de como ele expõe a questão da Baixa auto-estima que pessoas gordinhas sofrem por questões de padrões impostos

    ResponderExcluir

© She bookaholic - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo